Janaina Pereira

outubro 29, 2008

A imprensa em DVD

Filed under: Cinema — janapereira @ 6:36 pm

Conheça cinco filmes que têm o jornalismo como tema central

Janaina Pereira, revista Play it Again, março de 2008

O jornalismo é uma das profissões mais retratadas pelo cinema. Jornalistas que fizeram a história da imprensa, como Truman Capote e John Reed, já tiveram suas vidas contadas em filmes e ganharam visibilidade além das redações.

A professora de Gêneros Jornalísticos do Centro Universitário Nove de Julho, Patrícia Kay, acredita que essas produções são importantes para o grande público.”As pessoas assistem e acham que aquele é o jornalismo que deve ser feito. Esses filmes orientam a sociedade sobre a prática jornalística”, analisa Patrícia.

Segundo Adriano Messias Oliveira, professor e pesquisador nas áreas de Comunicação, Cinema e Patrimônio da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), esses tipos de filmes ajudam a compreender o jornalismo contemporâneo. “Mesmo filmes mais antigos, como Todos os Homens do Presidente, conseguem ser atuais e pertinentes, e são estudados nas universidades e apreciados pelo público em geral”, diz Oliveira.

Entre os inúmeros filmes sobre o tema, baseados em casos reais ou meramente ficção, Play it again selecionou cinco produções disponíveis em DVD. Confira.

1 – Cidadão Kane (Citizen Kane, EUA, 1941)

Cidadão Kane foi escolhido o melhor filme de todos os tempos, em votação realizada em 1998 pelo American Film Institute. Esta opinião é compartilhada por diversas associações cinematográficas em todo o mundo. A obra de Orson Welles é repleta de inovações, como as tomadas de câmeras diferentes e a narrativa não-linear, recursos até então inéditos. Isso fez desta produção uma referência. Aos 25 anos, Welles mudou a história do cinema com este clássico que ele dirigiu, produziu, roteirizou e estrelou. O roteiro gira em torno da ascensão de um mito da imprensa americana, Charles Forster Kane (Welles), de garoto pobre do interior a magnata de um império dos meios de comunicação. O filme, uma crítica ácida à sociedade e à imprensa, foi inspirado na vida do milionário William Randolph Hearst e ganhou o Oscar de melhor roteiro. O DVD duplo traz um documentário, A Batalha por Cidadão Kane, que mostra como Hearst brigou com Orson Welles, tentou comprar o original e destruir todas as cópias.

2 – Todos os homens do presidente (All president’s men, EUA, 1976)

Baseado na história real dos repórteres Bob Woodward e Carl Bernstein, vividos por Robert Redford e Dustin Hoffman, do Washington Post. Em 1972, sem ter a menor noção da gravidade dos fatos, Woodward e Bernstein iniciam uma investigação sobre a invasão de cinco homens na sede do Partido Democrata. A série de reportagens dá origem ao escândalo Watergate, que teve como conseqüência a queda do presidente americano Richard Nixon. O roteiro é uma adaptação do livro homônimo de Woodward, que iniciou as investigações, e Bernstein, que ajudou a fazer as matérias. A direção é de Alan J. Pakula. O filme mostra cenas históricas, permeadas às demais dirigidas por Pakula, reforçando sua intenção de reproduzir de maneira fiel o que foi o caso Watergate, com imagens da rotina de um jornal e o objetivo principal dos repórteres: contar a verdade, de maneira certa. A produção tem duas versões em DVD, e a edição especial traz comentários de Robert Redford e um documentário sobre o Garganta Profunda, fonte usada por Woodward em suas investigações, cuja identidade foi revelada somente em 2005.

3 – Reds (Reds, EUA, 1981)

Cinebiografia do jornalista e escritor americano John Reed, que escreveu Os dez dias que abalaram o mundo, considerado o documento mais completo sobre a Revolução Russa. O filme foi escrito, produzido, dirigido e estrelado por Warren Beatty, e concorreu a 12 Oscars, ganhando três: diretor (Beatty), atriz coadjuvante (Maureen Stapleton) e fotografia. John Reed (Beatty) já é um jornalista famoso quando conhece Louise Bryant (Diane Keaton), uma mulher casada por quem se apaixona. Louise larga tudo para morar com Reed, e entre muitas turbulências no relacionamento, eles participam da Revolução Russa de 1917. Este acontecimento inspira o casal, que volta para os EUA tentando liderar uma revolução semelhante. Louise começa a dar forma ao sonho de ser escritora e Reed alcança o sucesso com o livro Os dez dias que abalaram o mundo, que o coloca na linha de frente do movimento socialista. Um dos destaques desta produção é a partcipação de 32 pessoas que realmente conheceram John Reed e aparecem pontuando toda a narrativa. Em 2006 foi lançado uma edição especial de Reds em DVD, em comemoração aos 25 anos do filme.

4 – Capote (Capote, EUA, 2005)

Truman Capote foi um dos maiores escritores e jornalistas do século passado. Autor do clássico Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany’s), que inspirou o filme de Blake Edwards, com Audrey Hepburn, já era famoso quando iniciou um gênero chamado por ele de non-fiction novel (romance de não-ficção). Com A sangue frio, sobre o assassinato de uma família numa cidade do Kansas, marcou a literatura mundial e o jornalismo literário. O processo de criação do livro, que levou sete anos para ser escrito, mudou para sempre a vida de Capote. E é este o fio da meada da cinebiografia dirigida por Bennet Miller, sobre a pesquisa do escritor para fazer aquela que seria sua obra de maior sucesso. O roteiro de Dan Futterman, baseado no livro de George Clark, inicia-se em novembro de 1959 quando Truman Capote (Phillip Seymour Hoffman, vencedor do Oscar por esta interpretação), então um escritor conhecido e jornalista da revista The New Yorker, vai ao Kansas com sua amiga Harper Lee (Catherine Keener). Capote deseja escrever sobre um quádruplo assassinato que abalou uma pequena cidade local. Diante dos assassinos, percebe que tem material para um livro e inicia uma longa jornada para escrevê-lo. Ele faz amizade com um dos acusados, Perry (Clifton Collins Jr.), e esta relação mexe com sua vida e com o que está escrevendo. Mesmo se revelando quase apaixonado pelo assassino, Capote quer que ele morra para poder, finalmente, concluir seu livro. Mas o grande mérito do filme é mostrar como o jornalista acabou sendo influenciado pela sua obra, a ponto de nunca mais escrever. O DVD traz comentários do ator Phillip Seymour Hoffman e do diretor Bennet Miller.

5 – Boa noite e Boa Sorte (Good night and Good Luck, EUA, 2005)

Baseado em fatos reais, o filme se passa no início dos anos 50, e conta como o jornalista Edward R. Murrow lutou para desmascarar o senador Joseph McCarthy (que aparece em imagens originais da época). McCarthy inaugurou a era do ‘mccarthismo’ ou ‘caça às bruxas’, período polêmico da história americana em que várias pessoas foram acusadas, sem provas, de serem favoráveis ao comunismo. Murrow, interpretado por David Starhairn, foi um dos maiores jornalistas da história americana. Famoso no rádio, graças as transmissões que fez durante a Segunda Guerra Mundial, levou seu carisma e inteligência à televisão. Era apresentador do jornalístico “See it now” e do programa de entretenimento “Person to person”, ambos na CBS, quando resolveu enfrentar o senador McCarthy. Com o apoio do diretor de seu programa, Fred Friendly (George Clooney, que também escreveu e dirigiu o filme) e a conivência do diretor da emissora, Bill Paley (Frank Langella), Edward Murrow travou uma batalha pública contra os métodos de Joseph McCarthy. Muitos dos textos são falas do próprio Murrow aproveitadas por Clooney e pelo co-roteirista Grant Heslov, que tiveram a colaboração do verdadeiro Friendly. O título foi tirado da frase que o jornalista dizia ao final de seus programas. O filme, produzido em preto e branco, retrata o mcchartismo ao mesmo tempo em que mostra o fim da era da informação e o início da TV como entretenimento. O DVD é simples, sem material extra.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: