Janaina Pereira

dezembro 15, 2008

Fernando Meirelles rompe fronteiras com o político O Jardineiro Fiel

Filed under: Cinema — janapereira @ 6:01 pm

Filme do diretor brasileiro, uma co-produção entre EUA e Reino Unido, recebeu 4 indicações ao Oscar

por Janaina Pereira

Depois de marcar a história do cinema nacional com Cidade de Deus (2003), Fernando Meirelles tornou-se o único brasileiro a ser indicado ao Oscar de Melhor Diretor, em 2004. A partir daí, a grande expectativa do público e da crítica mundial era sobre seu próximo filme. E Meirelles não decepcionou: com orçamento de US$ 25 milhões, levou para as telas O Jardineiro Fiel, adaptação do livro homônimo de John Le Carré. Com a responsabilidade de dirigir um filme de impacto semelhante ao anterior, o diretor conduziu com maestria uma história forte, com participação de bons atores e um roteiro complexo, porém bem-resolvido.

     O jardineiro fiel do título é Justin Quayle (Ralph Fiennes), diplomata inglês que adora jardinagem. Sua mulher, Tessa (Rachel Weisz) é brutalmente assassinada numa cidade queniana e o principal suspeito é seu colega de trabalho, um médico que está foragido. Tudo indica que o crime foi passional, e Justin fica perturbado pela culpa e assombrado pela possibilidade de infidelidade da esposa. Por meio de flashbacks, descobrimos a história de amor do casal. Ao mesmo tempo acompanhamos o presente, quando o diplomata sai em busca da verdade sobre as atividades de Tessa e o que levou ao seu assassinato. É aí que a trama vai crescendo até chocar o público ao revelar os reais motivos do crime.

     Os maiores destaques de O Jardineiro Fiel são o roteiro e a montagem. Num primeiro momento ninguém percebe, mas a história de Le Carré, adaptada por Jeffrey Caine, tem como base a força de uma trama política. Já a montagem se aproveita da crueza das cenas, especialmente relacionadas às mazelas africanas, dosando com as cenas do casal, o que dá uma certa leveza ao filme.

     A fotografia de César Charlone (parceiro de Meirelles em seus outros filmes), une o quente e o gelado, criando esses pólos opostos que também estão presentes na personalidade do casal – Justin (brilhantemente interpretado por Ralph Fiennes de O Paciente Inglês) é discreto e comedido; Tessa (uma grande atuação de Rachel Weisz de Constantine, vencedora do Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante) é um vulcão prestes a entrar em erupção. As cenas filmadas na África são repletas de cores quentes. Em contrapartida, a Europa que aparece no filme é cinzenta e úmida. Fernando Meirelles conduz com segurança a história, realizando um grande filme.

     O Jardineiro Fiel vem conquistando prêmios pelo mundo e recebeu quatro indicações ao Oscar: melhor roteiro adaptado, trilha sonora original, montagem e atriz coadjuvante. Com sua trama que deixa um rastro de esperança triste, é um filme que vale a pena ver e rever, para se ter a certeza de que o amor e a corrupção não têm barreiras.
 publicado no site Inove em  03 / 02 / 2006

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: