Janaina Pereira

janeiro 17, 2013

A bela napolitana

Filed under: Gastronomia — janapereira @ 10:23 pm

Considerado o “salão de pizzaria mais transado do mundo” por revista americana, Veridiana fica em Higienópolis e foi inaugurada por filho de italianos do Brás

Por Janaina Pereira

São Paulo – Desde 2000 uma referência em São Paulo, cidade onde comer uma boa pizza parece algo redundante, a Veridiana foi considerada pela revista norte-americana Condé Nast Traveler, em 2003, como o “salão de pizzaria mais transado do mundo”, além de ter seus pratos elogiados. O casarão onde está instalada foi tombado como patrimônio histórico e é um conjunto de casas reformadas, datadas de 1903. Uma delas era ocupada pelo João Sebastião Bar, reduto da boemia dos anos 1960 que revelou astros da bossa nova. Nos três andares, há um bar de entrada, música de piano de cauda e subsolo com mesas em espaços mais recolhidos.
Por trás do sucesso está Roberto Loscalzo, filho de italianos nascido no Brás, reduto da colônia italiana. Desde pequeno, viu sua vida e as pizzas caminharem juntas.
— Meu pai era dono de pizzaria. Quando eu era criança só existiam dois tipos de pizza, mussarela e aliche. Até hoje elas são as minhas preferidas — conta ele, que foi dono da pizzaria Via Blue, cujo cardápio a Veridiana incorporou.
Mas a casa surgiu em sua vida por mero acaso, recorda.
— Estava à frente da Via Blue e uma cliente da pizzaria me procurou para mostrar casas de sua propriedade na Rua Dona Veridiana. Ela me fez uma proposta, eu analisei e resolvi investir em uma pizzaria ali. Fizemos a restauração das casas, que se uniram e viraram um casarão. Digo que foi a Veridiana que veio a mim, e não eu até ela — comenta Loscalzo, que tem como sócio José Ricardo Namura.
As pizzas de massa crocante têm recheios vão do tradicional ao exclusivo. As redondas podem ser normais ou integrais, finas ou médias, individuais ou grandes. Brilham no menu a Della Nonna , com fatias de linguiça artesanal e mussarela, e a Sapore di Parma, com mussarela coberta por fatias de presunto Parma.
Algumas das criações de Loscalzo são inusitadas, mas os clientes ainda preferem a tradicional marguerita. Entre as especiais, está a La Campioníssima, com ricota fresca, parmesão e tomate-cereja de Nápoles, cujo sucesso foi tanto que foi elogiada até na Itália.
O cardápio inclui saladas e entradas e a carta de bebidas propõe drinques tradicionais e exclusivos, a exemplo da caipirinha de limão siciliano com manjericão. Em 2005, a casa abriu filial nos Jardins, em um espaço com espelho d’água e lareira para os dias mais frios.

La Campioníssima

Massa de pizza: 1 kg de farinha de trigo; 1 e ½ colher (chá) de fermento biológico; ¼ de xícara (chá) de azeite; ¾ xícara (chá) de água filtrada; 1 colher (sopa) de sal; 1 colher (sopa) de açúcar.
Junte o fermento com o sal e o açúcar, dissolva a mistura com a água e reserve. Em outra tigela, coloque uma parte de farinha, o azeite e a mistura que ficou reservada. Mexa com as mãos e coloque a farinha aos poucos até dar o ponto da massa, quando ela soltar dos dedos. Deixe descansar por 1 hora. Depois, faça 4 bolas, e deixe crescer por mais meia hora. Polvilhe uma plataforma de mármore com farinha e abra a massa com um rolo. Rende 4 massas de pizza com 35 cm de diâmetro.

Molho de tomate: 1,5 kg de tomates maduros; 1 dente de alho picado; 1 pitada de orégano; Sal a gosto.
Corte os tomates e retire as sementes. Passe-os por um moedor manual de carne e deposite em uma vasilha. Junte o alho ao tomate, acrescente o orégano e mexa. Não use liquidificador para manter a textura da fruta.

Cobertura: Ricota fresca; Queijo parmesão ralado na hora; 8 tomates italianos (pomodorini) especiais; cortados ao meio.
Monte a pizza com o molho de tomate. Esfarele a ricota fresca e espalhe sobre a pizza. Em seguida, coloque o queijo parmesão ralado. Distribua os tomates em toda a pizza e asse no forno a 250ºC. Retire quando a massa estiver dourada.

Serviço:
Veridiana Pizzaria
Rua Dona Veridiana, 661 – Higienópolis – São Paulo
Tel: (11) 3120-5050 / 3151-5533 (delivery)
http://www.veridiana.com.br
De domingo a quinta, das 18h à 00h30. Sextas e sábados, das 18h a 1h30. Delivery de domingo a domingo, das 18h à meia-noite.

 

Publicada na edição de dezembro de 2012 na revista Comunità Italiana.

http://comunitaitaliana.com/site/index.php?option=com_content&task=view&id=17563&Itemid=130

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: