Janaina Pereira

janeiro 17, 2013

Belini recebe o Troféu Comunità Italiana

Filed under: Cotidiano,Economia — janapereira @ 10:15 pm

Presidente da Fiat Chrysler América Latina foi homenageado por seu trabalho à frente da líder do mercado de automóveis e pelo incentivo às relações entre Brasil e Itália

Por Janaina Pereira

Cledorvino Belini, presidente da Fiat Chrysler América Latina, recebeu o Prêmio ComunitàItaliana 2012, concedido àqueles que apóiam e difundem a cultura ítalo-brasileira. O executivo se destaca ao longo dos anos por seu trabalho à frente da Fiat que, em 2012, alcançou mais uma vez a liderança no mercado de automóveis.
Assistiram à entrega do prêmio, realizada no dia 20 de dezembro, no escritório da Fiat, em São Paulo, o cônsul geral em São Paulo, Mauro Marsili; e os executivos da empresa como o vice-presidente executivo Valentino Rizzioli, o diretor de Relações Institucionais Antônio Sérgio Martins Mello e o diretor de Comunicação Corporativa Marco Antônio Lage. Também estiveram presentes o vice-diretor da Agência para a promoção no exterior e a internacionalização das empresas italianas Gianni Loreti e o diretor-presidente de ComunitàItaliana, Pietro Petraglia.
— É uma honra receber o prêmio, estou muito feliz. Veio em uma época importante, porque estamos atravessando um momento especial na empresa — disse Belini durante o evento.
A Fiat Automóveis estabeleceu seu recorde de vendas no Brasil em 2012. Em 11 meses, registrou a venda de 763.754 automóveis e comerciais leves emplacados, superando a marca histórica das 760.495 unidades vendidas em 2010, conforme os dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Com o crescimento das vendas, a empresa ampliou a participação no mercado brasileiro de 22% em 2011 para 23,2% no acumulado de janeiro a novembro de 2012, o que a mantém na liderança pelo 11º ano. O bom momento que a Fiat atravessa no Brasil não fez Belini esquecer a crise econômica italiana. Ele acredita que o país tem condições de sair da crise.
— A Itália tem potencial de crescimento e mais cedo ou mais tarde vai ajustar salários e sair da crise. A economia italiana sempre caminhou independentemente da política — disse.
Belini também ressaltou o vínculo entre italianos e brasileiros.
— O Momento Itália-Brasil foi muito importante e veio em boa hora. A ideia foi ótima e conseguiu estreitar as relações entre os dois países.
Para Pietro Petraglia, a premiação de Cledorvino Belini reforça o momento especial que a Fiat está vivendo.
— A Fiat atravessou momentos difíceis e hoje está em ótima fase. É uma honra para nós entregar este Prêmio, que nasceu de um conceito de premiar a relação Itália-Brasil.
Num clima que mesclava emoção e descontração, Petraglia destacou ainda a importância da empresa como apoiadora das atividades do Sistema Italia no país.
— Sem dúvida, a Fiat representa o grande elo que existe entre Brasil e Itália, de arte, de tecnologia, de força e de paixão. Além da sua grande capacidade consagrada como executivo, o presidente Belini é merecedor deste prêmio pelo reconhecimento de nossas instituições ao incentivo que a empresa dá aos projetos de valor inestimável que chegam à população. O que seria de nossa publicação, por exemplo, sem o apoio da Fiat?

A virada estratégica de Belini foi contada em livro
O empresário ítalo-brasileiro Cledorvino Belini é formado em Administração de Empresas pela Universidade Mackenzie e cursou pós-graduação em Finanças na Universidade de São Paulo. Em 2009, passou a integrar o Conselho Executivo do Fiat Group, a mais elevada instância mundial de comando executivo do grupo. Ele também é diretor presidente da Fiat Finanças Brasil desde 2005.
De 1987 a 1993, foi diretor de compras da Fiat Automóveis. A partir de 1994, passou a ser diretor comercial e diretor geral da Fiat Automóveis. Nesta época, foi o responsável pelo lançamento do Fiat Palio, o carro mundial da empresa. Em fevereiro de 2004 assumiu o cargo de presidente da Fiat Automóveis para a América Latina. Em 2005, se tornou presidente de todo o Grupo Fiat para a América Latina. Com a aquisição do controle acionário da Chrysler pela Fiat, em 2011, assumiu a responsabilidade pelas atividades da empresa no continente.
A história do empresário é contada no livro A virada estratégica da Fiat no Brasil, de Betania Tanure e Roberto Patrus. A obra mostra como a liderança de Cledorvino Belini transformou a cultura da Fiat no Brasil. Em 2004, a empresa era líder de mercado e o contexto concorrencial era de guerra de preços. A fabricante estava interessada em vender, mesmo com margem de retorno pequena ou até inexistente, e Belini implantou, com o apoio da matriz italiana, a busca do retorno sobre o investimento.
Claudio Scajola, então ministro italiano do Desenvolvimento, foi o primeiro a receber o Prêmio. Seguiram-se Valentino Rizzioli, presidente da CNH (2008); Roger Agnelli, então presidente da Vale (2009); Sérgio Gabriele, na época presidente da Petrobras (2010); e o prefeito Eduardo Paes e o governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (2011).

 

Publicada na edição de janeiro de 2013 da revista Comunità Italiana.

http://comunitaitaliana.com/site/index.php?option=com_content&task=view&id=17696&Itemid=2

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: