Janaina Pereira

julho 4, 2015

Cannes esnoba a qualidade

Favoritos, Sorrentino, Garrone e Moretti saem sem prêmios do maior festival de cinema do mundo

Por Janaina Pereira, de Cannes

Considerados favoritos absolutos à Palma de Ouro do Festival de Cannes, o maior evento de cinema do mundo, a trinca dos diretores italianos mais admirados da atualidade, formada por Paolo Sorrentino, Matteo Garrone e Nanni Moretti, saiu de mãos abanando. Em uma premiação que surpreendeu o público e a crítica especializada, os três cineastas foram esnobados pelo júri presidido pelos hollywoodianos irmãos Coen.

Desde a exibição de Youth, de Paolo Sorrentino, para a imprensa, o filme dividiu opiniões. Para alguns jornalistas, o novo trabalho em inglês do vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro (por A Grande Beleza) soava pretencioso demais. Para outros, é mais uma obra-prima do cineasta italiano. Nas sessões para jornalistas, a produção foi tão aplaudida quanto vaiada.

Sem previsão de estreia no Brasil – Youth ainda não tem distribuidora em solo nacional – o longa traz Michael Caine e Harvey Keitel como dois homens maduros que relembram a juventude enquanto passam alguns dias em um hotel de luxo. A atriz Jane Fonda faz uma participação especial. Caine era apontado como favorito a melhor ator em Cannes – ele perdeu para o francês Vincent Lindon.

Sorrentino, que também concorreu em Cannes com A Grande Beleza e saiu sem nada (em 2013), preferiu não polemizar. “Muito tempo se passou desde que comecei a fazer cinema e, hoje, percebo que a arte aponta para o futuro quando ela é feita com base na liberdade. Então existe liberdade para premiar ou não o filme”, disse em entrevista à Comunità.

O cineasta italiano preferiu falar mais de seu filme do que da ausência de prêmios em Cannes. “Gosto dessa ideia de que o futuro nos dá liberdade, e que a liberdade nos confere um sentimento de juventude. A relação que temos com o futuro na nossa juventude é a mesma que temos com a juventude quando somos velhos”.

Garrone surpreende e Moretti emociona
Em seu primeiro filme falado em inglês, o cineasta italiano Matteo Garrone (dos premiados Gomorra e Reality) surpreendeu na Croisette. Conto dos Contos, inspirado no livro Il Racconto dei Racconti, de Giambattista Basile, e estrelado pela mexicana Salma Hayek, é uma fábula sobre três reis e suas vidas nada convencionais. Garrone uniu o realismo fantástico às epopeias da série de TV Game of Thrones, em um dos filmes mais comentados do Festival de Cannes deste ano. O longa já tem distribuição garantida no Brasil. No entanto, o cineasta foi bastante criticado por transformar um livro italiano em um filme falado em inglês.

“O filme se passa séculos atrás, mas, ao mesmo tempo, tem uma dimensão moderna. Eu adoro fantasia e o poder das imagens, e me senti muito à vontade fazendo esse longa. O trabalho do escritor Giambattista Basile é universal e muito rico do ponto de vista visual, e o ponto chave do filme é o desejo, que evolui para obsessão e gera conflitos”, defendeu Garrone na coletiva de imprensa.

Já o novo trabalho de Nanni Moretti – que já foi presidente do júri em Cannes e se tornou mundialmente famoso quando O Quarto do Filho venceu o Festival – arrancou lágrimas com o seu Mia Madre. Estrelado por Margherita Buy, o longa mostra uma cineasta envolvida entre uma filmagem e os cuidados com a mãe doente. A personagem é alterego de Moretti (que participa do filme como irmão da protagonista), que viveu a mesma situação quando filmava O Quarto do Filho.

A italiana disputava com Cate Blanchett o favoritismo do público e da crítica para a premiação de melhor atriz, mas viu o prêmio ser dividido entre Rooney Mara (por Carol) e Emmanuelle Bercot (por Mon Roi). “Foi uma surpresa ruim Margherita não ganhar. E mais surpresa ainda um dos melhores filmes do Festival não ser premiado com nada”, disse o crítico francês Vincent Marceaux referindo-se a Mia Madre.

O novo filme de Nanni Moretti já foi vendido para o Brasil, mas não tem data de estreia.

Publicado na revista Comunitá Italiana em junho de 2015. Versão online aqui.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: